Diferentemente dos fornos a gás e elétricos, que irradima calor a partir de uma chama ou de uma resistência, conforme o caso, os modelos de micro-ondas aquecem os alimentos irradiando ondas eletromagnéticas (com frequência de 2450 MHz) que fazem vibrar as partículas de água dos alimentos.

As micro-ondas não afetam as moléculas do vidro ou do plástico dos recipientes, razão pela qual eles permanecem relativamente frios, embora possam aquecer por condução. Todavia, devido à alta porcentagem de água do nosso corpo, essa radiação é nociva para o organismo, e mesmo contando com a blindagem e o mecanismo que impede a abertura da porta durante o funcionamento, forninhos com algum tempo de estrada podem apresentar vazamentos.

Uma maneira simples de testar seu forno é desligar o cabo de energia da tomada, colocar seu smartphone (ligado) no interior do compartimento, fechar a porta e, a partir de outro telefone, fazer uma chamada para o aparelho. Se ele tocar, troque o forno.

Observação: Celulares operam mediante transmissão/recepção de ondas eletromagnéticas; se o isolamento do forno não for capaz de bloquear o sinal e impedir “entrada” da chamada, dificilmente impedirá vazamento de radiação durante a utilização do micro-ondas.

Há quem questione a validade desse teste afirmando que somente smartphones com tecnologia 4G operam a 2.5 GHz ― os modelos 3G vão de 850 MHz a 2.100 MHz, e o simples fato de a chamada "entrar" não significa, necessariamente, que existe vazamento. Então, faça uma segunda checagem usando uma lâmpada fluorescente.

Para tanto, escureça o ambiente, aproxime a lâmpada (desligada) da parte frontal do forninho e mova-a ao longo da junção entre a porta e o gabinete. Se em algum momento a lâmpada brilhar, leve o aparelho até uma assistência técnica, que terá como realizar testes mais sofisticados ― mas não autorize o conserto sem antes cotejar o orçamento com o preço de um forno novo.

Outro detalhe que merece destaque: devido à maneira como as micro-ondas atuam sobre as moléculas de água, pode não ser uma boa ideia usar o forninho para aquecer leite, café, chá ou outra bebida qualquer, pois o líquido pode facilmente passar do ponto de ebulição e “explodir”, queimando seriamente as mãos e/ou o rosto do usuário desavisado. Portanto, em não havendo outra opção, coloque uma colher de pau ou outro utensílio culinário de plástico ou madeira dentro do copo ou caneca antes de fechar a portinhola e ligar o forninho. E como seguro morreu de velho, deixe a bebida esfriar por um ou dois minutos antes de retirar o recipiente do compartimento.

Observação: Muita gente diz que isso não passa de boato, mas você não precisa se queimar para rever seus conceitos. Basta clicar aqui e assistir ao vídeo da experiência realizada pelos MythBusters (ou Caçadores de Mitos, como o programa produzido para o Discovery Channel pela Australia's Beyond Television Productions foi rebatizado no Brasil).

Continua na próxima postagem.