Salgadinhos figuram entre as opções mais comuns de tira-gosto, mas também servem para "tapear o estômago" quando a gente não tem tempo para fazer uma refeição convencional. E o croquete de carne é um dos meus preferidos, a despeito do velho problema da fritura por imersão. Enfim, nada é perfeito.

Uma dica é fazer os coquetes com a carne que sobrou na geladeira ― como aqueles bifes que você não fritou, ou aquele pedaço de alcatra que não assou no churrasco do último final de semana, por exemplo. Claro que quase ninguém mais tem uma maquininha de moer carne em casa ― utensílio comum nas cozinhas das nossas avós. Mas um processador de alimentos pode quebrar bem o galho, até porque, diferentemente do hambúrguer ou da almôndega, o croquete pode, sim, ser feito com carne triturada. Todavia, se a ideia não for usar sobras de carne, compre um pedaço de patinho, paleta ou miolo de acém no açougue e peça ao balconista para passar duas vezes na máquina (se acrescentar um pedaço de bacon, o sabor fica ainda melhor).

Você vai precisar de:

― ½ kg de carne moída (ou triturada no processador);

― 2 chávenas de leite;

― 1 chávena de farinha de trigo;

― Alho, salsinha, cebola, orégano, sal e pimenta do reino a gosto;

― Ovo e farinha de rosca para empanar e óleo para fritar.

Coloque a carne numa panela, leve ao fogo e mexa com uma colher de pau, de tempos em tempos, para não queimar.

Quando a carne estiver sequinha, acrescente os temperos (bem picadinhos), junte o leite vá mexendo de quando em vez, até levantar fervura

Acrescente então a farinha de trigo (reserve um pouquinho para empanar os bolinhos) e torne a mexer coma a colher. Quando der ponto ― ou seja, quando a massa começar a despregar do fundo da panela ―, desligue o fogo, espere amornar e torne a misturar bem misturado, para formar uma massa homogênea.

Divida a massa em porções do tamanho adequado, molde os bolinhos no formato de croquete, empane cada um deles ― passando primeiro na farinha de trigo, depois no ovo batido com um pouquinho de leite e, finalmente, na farinha de rosca ― e coloque-os para fritar numa frigideira (fogo alto) com óleo bem quente. Note que a quantidade de óleo deve ser suficiente para cobrir totalmente os croquetes.

Na hora de degustar essa delícia ― de preferência quentinhos, mas frio também vão muito bem ―, limão espremido, mostarda, ketchup e molho de pimenta tipo Tabasco dão um toque todo especial.