Com raras e honrosas exceções, a maioria de nós está acima do peso ou fazendo dieta, numa constante e quase sempre inexitosa briga com a balança. Se você se enquadra nessa seleta confraria e respondeu não à pergunta-título desta postagem, é hora de rever seus conceitos.

Um artigo publicado pela Nutrition, em junho deste ano, sobre o suco de laranja, dá conta de que, além de não ser a vilã do emagrecimento, essa bebida pode ser sua grande aliada, pois propicia ganhos nutricionais importantes.

Durante 12 semanas, cerca de 80 pessoas, divididas em dois grupos, foram submetidas a uma dieta de 2 000 kcal/dia, 500 kcal a menos do que a que seguiam antes de participar da pesquisa. Em um dos grupos, porém, foram adicionadas duas porções diárias de 250ml de suco de laranja (cerca de 110 calorias por porção). Todos os voluntários perderam peso de maneira significativa (6 quilos, em média), mas os que tomaram o suco da fruta apresentaram melhorias metabólicas mais acentuadas, como a redução do colesterol, e ficaram menos propensas a desenvolver diabetes ― doença comum em obesos.

Outros resultados significativos da pesquisa comprovaram a redução dos níveis de glicose, insulina, triglicérides, colesterol total, LDL e até de enzimas hepáticas ― reduzindo, assim, a gordura no fígado ―, além do aumento dos níveis de folato e de flavonoides ― substâncias que possuem ação anti-inflamatória e antioxidante. No longo prazo, o suco de laranja também demonstrou ajudar na preservação da massa magra, ao mesmo tempo em que não prejudicou o emagrecimento.

O estudo foi coordenado por Thais Cesar, da Escola de Ciências Farmacêuticas da UNESP, para quem que não é preciso “demonizar” os sucos de frutas nas dietas, até porque nem todo mundo come frutas no dia a dia, e a ingestão do suco é uma alternativa para elas absorverem os nutrientes. Para obter os efeitos positivos vistos no estudo na sua dieta, todavia, Thais destaca que o suco de laranja deve ser integral ― mesmo que seja industrializado. Isso significa que não valem néctares, pozinhos e afins.